AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Prensa francesa... sistema vem ganhando cada vez mais adeptos no café


Em cápsulas, em máquinas de espresso, nas cafeteiras italianas, no sifão japonês... Os métodos para preparar o café em todo o mundo são diversas. Com o tempo, alguns poucos foram se impondo e, entre todo o elenco, a elaboração da bebida por meio da cafeteria de êmbolo (também chamada de francesa ou de pistão) tem conseguido nos últimos anos muitos adeptos.

Trata-se de um equipamento que oferece duas vantagens. Por um lado, os artigos necessários são água quente e café já moído. Pela sensibilidade do processo, em muitos escritórios que não possuem máquinas de cápsulas, é cada vez mais corrente encontrar trabalhadores que, no momento da pausa, se sirvam de uma dessas cafeteiras.

Múltiplos elementos permitem que o café se mostre mais ou menos amargo quando elaborado por essa técnica. Por sua vez, a prensa francesa é muito versátil e permite modificar o sabor do café por variáveis. Esse equipamento, adicionalmente, é mais barato, não tendo nem comparação com o custo das cápsulas.

A mecânica com que funciona essa cafeteria é básica. De fato, a máquina é constituída por duas peças, sendo um vaso de cristal e uma tampa com um pistão dotado de filtro, que separará durante o processo de colocação do líquido.

Como ocorre com qualquer outro procedimento para fazer café, torna-se fundamental ter uma boa matéria-prima. Altamente recomendável é não recorrer ao famoso torrefacto, que tanto faz sucesso na Espanha. Essa é uma mistura de café com açúcar. Em caso de dúvida, a melhor opção é um café natural, 100% arábica, muito comum entre os italianos.

A forma mais tradicional de preparo de café nessa modalidade pede que se tenha um pré-aquecimento do corpo da prensa, vertendo somente água em alta temperatura. O equipamento deve repousar por alguns minutos e a água deve ser removida, dando lugar ao café moído. A quantidade é outro fato com que se pode jogar, dependendo da intensidade de sabor que se deseja. Como medida padrão, aconselha-se uma proporção de uma colher de sopa para cada 100-120 mililitros de água.

Um pouco de água é adicionado até que cubra o café moído. A temperatura ideal do líquido seria entre 92 e 06 graus Celsius, nunca em ebulição. O excesso de água deve ser removido. A mistura deve repousar entre 30 e 60 segundos, com a tampa colocada. O restante da água deve ser colocado e o equipamento ficará em repousa, tampado, entre três minutos e meio e quatro minutos. O êmbolo é pressionado. Se nessa operação não se oferece muita resistência, é provável que o pó utilizado era razoavelmente grosso. Se a fricção, no entanto, é excessiva, o pó era muito fino.

A operação erará pronta, com o líquido resultante da pressão do êmbolo sendo colocado em uma xícara, já que, se mantido no equipamento, absorverá muito o aroma do grão e o sabor amargo aumentará.


Fonte: Jornal El Confidencial

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Dezembro 100,65 + 0,30
Março 104,20 + 0,25
Maio 106,50 + 0,20
Contrato Cotação Variação
Novembro 1.319 + 6
Janeiro 1.345 + 5
Março 1.372 + 5
Contrato Cotação Variação
Dezembro 120,70 - 0,05
Março 125,10 + 0,00
Setembro 127,65 - 0,20
Contrato Cotação Variação
Dólar 4,1005 + 0,55
Euro 4,5282 + 0,26
Ptax 4,0972 - 0,06
  • Varginha
    Descrição Valor
    Cereja R$ 490,00
    Novíssimo 15% R$ 438,00
    Novíssimo 20% R$ 432,00
    Duro/riado/rio R$ 402,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 438,00
    Novíssimo 25% R$ 428,00
    Pen. 16/17/18 R$ 479,00
    Duro/riado R$ 425,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Novíssimo 12% R$ 440,00
    Novíssimo 17% R$ 435,00
    Duro/riado/rio R$ 402,00
    Duro/riado/ch R$ 397,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Novíssimo 16% R$ 437,00
    Novíssimo 22% R$ 430,00
    Duro/riado R$ 425,00
    Duro/riado/rio R$ 400,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 430,00
    Novíssimo 25% R$ 420,00
    Safra 18/19 15% R$ 427,00
    Rio 25% R$ 340,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 292,00
    Conilon T. 7 R$ 286,00
    Conilon T. 7 R$ 280,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 436,00
    Novíssimo 25% R$ 428,00
    Duro/riado R$ 425,00
    Duro/riado/ch R$ 397,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Brasileiros R$ 102,55
    Compostos OIC R$ 97,76
    Colombianos R$ 131,84
    Outros Suaves R$ 129,52
    Robustos R$ 70,32
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Agnocafé R$ 438,00
    Cepe Arábica R$ 431,94
    Cepea Conilon R$ 288,53
  • Preço da Abic
    Descrição Valor
    Normal/kg R$ 19,86
    Superior/kg R$ 34,14
    Gourmet/kg R$ 56,45
Nedstat Basic - Free web site statistics