AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Após 138 anos, colombianos se desconectarão da Bolsa de NY na segunda feira


A conjuntura de um setor que não viveu abaixo do dólar, níveis não vistos desde julho de 1987, é uma preocupação para o setor.
 
Os cafeicultores pediram ao governo que implementasse um plano sobre o preço e a dívida do café. "A situação não é fácil, mas estamos confiantes de que esta preocupação em apoiar; vamos encontrar ajudas que tranquilizem ", disse Roberto Vélez, gerente geral da Federação Nacional do Café (FNC), que também disse que" isso não é apenas uma crise para as 540.000 famílias cafeicultoras colombianas, é uma crise global do café ". .

O Ministério da Agricultura disse que no próximo Comitê Nacional de Cafeicultores a situação será analisada em profundidade e começará a dar luzes. "O presidente Ivan Duque deu instruções muito claras aos ministros, especialmente ao Ministro das Finanças e ao Ministro da Agricultura, para que possamos começar a trabalhar em soluções estruturais para a atual situação cafeeira", disse Andrés Valencia, Ministro da Agricultura. , em uma conferência de imprensa. Valência disse que neste momento nenhuma solução é descartada.

Paralelamente a esses anúncios, circula uma mensagem no WhatsApp na qual é convidada a não vender a um preço abaixo de 80 mil pesos por arroba: "Na próxima segunda-feira, 27 de agosto será um dia histórico para a cafeicultura na Colômbia (...) Será o primeiro dia em 138 anos que os cafeicultores da Colômbia se desconectarão da Bolsa de Valores de Nova York como referência de preços e, em protesto, recusarão vender seu precioso café a preço de perda ".

O cafeicultor Juan David Cardona Henao, disse que "a ideia é fazer uma retenção de vendas como um ato simbólico, já que os preços são os mais baixos em um longo tempo (...) não por questões de oferta e demanda; mas por causa do excesso de liquidez que o café tem ".

A mensagem em cadeia circula em outros países como o Brasil e a Guatemala

Fonte: El Colombiano

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Março 117,05 - 1,00
Maio 118,95 - 1,00
Setem/21 121,95 - 1,05
Contrato Cotação Variação
Janeiro 1.378 - 8
Março 1.387 - 8
Maio 1.398 - 10
Contrato Cotação Variação
Dezembro 125,70 + 0,70
Março 128,35 - 0,75
Set/2021 133,15 + 1,05
Contrato Cotação Variação
Dólar 5,4380 + 0,97
Euro 6,4390 + 0,85
Ptax 5,3828 + 0,60
  • Varginha
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 610,00
    Safra 20/21 25% R$ 600,00
    Duro/riado R$ 570,00
    Duro/riado/rio R$ 540,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 610,00
    Safra 20/21 20% R$ 605,00
    Duro/riado R$ 570,00
    Rio R$ 480,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Safra 20/21 10% R$ 615,00
    Safra 20/21 18% R$ 608,00
    Setembro/2021 R$ 620,00
    Duro/riado/rio R$ 540,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Cereja Fino R$ 660,00
    Safra 20/21 15% R$ 610,00
    Safra 20/21 25% R$ 600,00
    Setem/22 R$ 630,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 610,00
    Safra 20/21 20% R$ 600,00
    Safra 20/21 30% R$ 590,00
    Duro/riado R$ 560,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 418,00
    Conilon T. 7 R$ 412,00
    Conilon T. 7/8 R$ 406,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Futuro set01 R$ 620,00
    Duro/riado R$ 570,00
    Safra 20/21 15% R$ 610,00
    Safra 20/21 25% R$ 600,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 111,31
    Colombianos R$ 164,01
    Outros Suaves R$ 151,90
    Brasileiros R$ 109,61
    Robustos R$ 72,56
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Agnocafé 20/21 R$ 610,00
    Cepea Arábica R$ 579,30
    Cepea Conilon R$ 408,82
Nedstat Basic - Free web site statistics