AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Acordos de comércio justo reforçam ganhos dos cafeicultores africanos



Pesquisadores da Universidade de Greenwich, no Reino Unido, dizem que os cafeicultores sob acordos do Comércio Justo receberam entre oito e 26 vezes mais preços do que os agricultores não afiliados ao Comércio Justo.

Os agricultores também são duas a três vezes mais propensos a ter acesso a treinamento e serviços, de acordo com o estudo realizado no Instituto Nacional de Recursos (NRI) na universidade. Os agricultores orgânicos Fairtrade também receberam os preços mais altos.

A organização desenvolve padrões Fairtrade para produtos e opera sistemas globais de certificação e auditoria. Visa assegurar melhores preços, condições de trabalho dignas, sustentabilidade local e termos de troca justos para agricultores e trabalhadores no mundo em desenvolvimento.

Um dos produtos Fairtrade mais antigos, o café, é uma das bebidas mais populares do mundo e 25 milhões de pequenos agricultores produzem 80% dela. Pelo menos 800.000 pequenos agricultores pertencem a uma das 445 organizações de produtores certificadas Fairtrade em mais de 30 países.

O estudo de caso de quatro anos conduzido pelo NRI avaliou quatro países em todo o mundo - Indonésia, México, Peru e Tanzânia. "Nossa equipe escolheu esses países para permitir que o estudo explore diversas situações produtoras", explica o professor NRI Jeremy Haggar, co-líder do estudo.

Estas nações cobrem uma seleção dos principais países produtores de café Fairtrade em três continentes com um grande número de produtores de Comércio Justo e importantes fontes de café Fairtrade para compradores.

Enquanto os pesquisadores identificaram inúmeros benefícios para os agricultores nos termos dos acordos Fairtrade, os desafios abundam. A responsabilidade dos Conselhos de Administração e da Direcção entre as cooperativas de agricultores com dezenas de milhares de agricultores tem sido um problema real.

Em particular, a luta contra as normas culturais de discriminação de gênero tem visto a organização fazer progressos com outras pessoas inseguras sobre o que fazer. Os pesquisadores recomendam o fortalecimento das organizações de produtores e as parcerias de corretagem para abordar questões sociais e ambientais mais amplas.

Outra questão é a intensificação e ampliação dos serviços de apoio ao produtor ea colaboração do Fairtrade. É igualmente necessária uma maior ação para apoiar a igualdade entre homens e mulheres, os jovens e os trabalhadores, bem como o apoio às redes de produtores para reforçar a voz dos seus membros.

Nos países em desenvolvimento - especialmente na África, as fazendas de café e alqueires são propriedade de homens, enquanto mulheres e crianças fornecem a maior parte do trabalho - com pouco controle sobre o retorno do café.

A Organização Internacional do Café (OIC) estima a produção mundial de café em 2016/17 em 151,6 milhões de sacas, um aumento de 0,1%. Espera-se uma colheita abundante do Brasil, Colômbia e Honduras estimada em 93,5 milhões de sacas.

fonte: Media Max Net

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Março 237,90 - 5,75
Maio 238,10 - 5,70
Julho 237,20 - 5,55
Contrato Cotação Variação
Março 2.214 - 14
Maio 2.179 - 13
Julho 2.170 - 12
Contrato Cotação Variação
Março 292,65 - 3,25
Maio 291,45 - 1,55
Setembro 292,45 - 1,90
Contrato Cotação Variação
Dólar 5,4550 + 0,72
Euro 6,1860 + 0,93
Ptax 5,4401 + 0,43
  • Varginha
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 1600,00
    Novíssimo 25% R$ 1580,00
    Rio com 30% R$ 1450,00
    Duro/riado R$ 1500,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Pen. 14/15/16 R$ 1630,00
    Novíssimo 15% R$ 1600,00
    Rio com 25% R$ 1450,00
    Duro/riado 25% R$ 1500,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Safra 20/21 10% R$ 1620,00
    Safra 20/21 15% R$ 1600,00
    Safra 20/21 20% R$ 1590,00
    Cereja R$ 1650,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Novíssimo 10% R$ 1620,00
    Safra 20/21 15% R$ 1600,00
    Riado/rio 25% R$ 1500,00
    Cereja R$ 1650,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Safra 20/21 20% R$ 1580,00
    Novissímo 25% R$ 1570,00
    Duro/riado R$ 1480,00
    Escolha 96% R$ 1100,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 1600,00
    Novíssimo 25% R$ 1580,00
    Rio com 30% R$ 1420,00
    Duro/riado R$ 1500,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Brasileiros R$ 1743,00
    Robustos R$ 780,00
    Outros Suaves R$ 2015,00
    Colombianos R$ 2180,00
    Compostos OIC R$ 1506,00
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Cepea Arábica R$ 1487,18
    Agnocafé 20/21 R$ 1600,00
    Cepea Conilon R$ 827,58
  • Linhares
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 836,00
    Conilon T. 7 R$ 827,00
    Conilon T. 7/8 R$ 821,00