AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Região do Peru ganha apoio para produção de café, cacau e frutas vermelhas


Mediante o trabalho conjunto da Sierra e Selva Exportadora com o governo regional de Amazonas, Direção Regional Agrária, Universidade Nacional Toribio Rodríguez de Mendoza, Produze e a organização não-governamental Apsi, no Peru, se concretizará um trabalho de fortalecimento das principais cadeias produtivas da região amazônica, como café e cacau, assim como promover novas cadeias produtivas com base nos frutos da região, como banana, bambu e pitaia, além de frutas vermelhas, como framboesa.

Esses acordos foram tomadas durante visita que fez o presidente executivo da Sierra e Selva Exportadora, Alfonso Velásquez Tuesta, à região da Amazonas, na qual manteve reunião com a gerência regional, representantes da UNTRM (Universidade Nacional Rodríguez de Mendoza), da direção agrária da Amazonas, Direção de Comércio Exterior, Turismo, Coordenadoria Setoral e Produção.

Esse trabalho em conjunto se realiza com o objetivo de fortalecer e contribuir com o desenvolvimento econômico da região de Amazonas e, mesmo assim, com a finalidade de fazer mais competitivos seus produtos, tendo em conta que essa parte da selva peruana reúne as condições agroclimáticas para desenvolver especialmente produtos inovadores como a framboesa e cramberries, por meio de seminários de capacitação para fortalecer os produtores locais.

A Sierra e Selva Exportadora é entidade adstrita ao Ministério da Agricultura e Irrigação e será voltada para oferecer assistência técnica com seus especialistas e pessoal técnico em diversas áreas, tendo como tema a melhora de processos nas diferentes cadeias produtivas mencionadas.

Com isso, se busca que os produtores podem obter produtos de qualidade que possuem todas as características que exige o mercado global, contribuindo, assim, com o boom do agronegócio do Peru com base em produtos não tradicional e com valor agregado.

Por outro lado, informou-se que, com a UNTRM, serão realizados estudos de pesquisas de linhas produtivas com a finalidade de melhorar os frutos próprios da Amazonia peruana, como a pitaia, camu camu, blueberries silvestres, entre outros. Assim mesmo, se pesquisará o desenvolvimento de métodos para diminuir os níveis de concentração de cádmio (tipo de metal pesado) no cacau para exportação, já que para o ano 2019 a União Europeia reduzirá seus níveis de aceitação do cádmio nesse produto.


Fonte: Portal Food News Latam

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Dezembro 99,90 + 0,15
Março 103,30 + 0,20
Maio 105,75 + 0,30
Contrato Cotação Variação
Novembro 1.489 - 19
Janeir 1.493 - 16
Março 1.511 - 15
Contrato Cotação Variação
Dezembro 115,65 + 0 20
Março 118,05 + 0,25
Setembro 125,90 + 0,45
Contrato Cotação Variação
Dólar 4,0477 - 0,59
Euro 4,7482 - 0,98
Ptax 4,0728 - 0,66
  • Varginha
    Descrição Valor
    Residúo R$ 360,00
    Safra 17/18 15% R$ 415,00
    Novíssimo 15% R$ 420,00
    Duro/riado/rio R$ 395,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Grinder R$ 415,00
    Moka R$ 420,00
    Novíssimo 15% R$ 420,00
    Novíssimo 20% R$ 415,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Cereja R$ 480,00
    Futuro 2019 R$ 500,00
    Novíssimo 15% R$ 420,00
    Novíssimo 25% R$ 410,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 500,00
    Novíssimo 15% R$ 420,00
    Novíssimo 25% R$ 410,00
    Tipo 5 R$ 412,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 480,00
    Novíssimo 15% R$ 410,00
    Novíssimo 20% R$ 405,00
    Novíssimo 30% R$ 395,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 323,00
    Conilon T. 7 R$ 318,00
    Conilon T. 7/8 R$ 312,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 490,00
    Novíssimo 15% R$ 420,00
    Novíssimo 20% R$ 415,00
    Duro/riado R$ 410,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 532,06
    Colombianos R$ 678,01
    Outros Suaves R$ 653,74
    Brasileiros R$ 541,83
    Robustos R$ 415,01
Nedstat Basic - Free web site statistics