AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Até onde vai esse frio: La Niña, o retorno


Os principais centros de monitoramento do Clima global apontam para uma retomada do resfriamento do Pacífico Equatorial central e leste nos próximos meses. A previsão é de desenvolvimento de um novo episódio de La Niña no decorrer da primavera de 2021 e que terá influência também no verão 2021/2022. Se a previsão se confirmar, serão dois verões consecutivos sob influência de um La Niña, pois o verão 2020/2021 foi dominado por este fenômeno.

As consequências climáticas deste retorno do fenômeno La Niña não são muito animadoras, pois algumas situações que já estão ruins vão continuar ruins e podem até piorar. Foi por causa do La Niña que o Sul do Brasil, São Paulo e Mato Grosso do Sul tiveram menos chuva do que o normal. Por outro lado, foi a La Niña que deu chuva demais para a bacia amazônica e fez o rio Negro estabelecer um novo recorde histórico de cheia, alcançando a marca de 30 metros

Já podemos dizer que estamos em La Niña? Se não, quando o fenômeno se estabelece de fato? Como esta situação oceânica altera a previsão do clima no Brasil em agosto de 2021? A projeção inicial era de um mês atípico em relação à chuva. A tendência inicial era de chuva acima da média em muitas áreas onde normalmente o mês é muito seco.

Depois de três fortes ondas de frio em cerca de 1 mês, entre o fim de junho e o fim de julho, havia expectativa de uma grande e forte onda de frio para agosto. O frio está confirmado para agosto? Com a perspectiva de La Niña na primavera de 2021, essas ondas de frio poderiam se prolongar para setembro e outubro?  O que se poderia dizer do início do período chuvoso de 2021, já que agora a ideia é de ter uma primavera com La Niña?

Todas estas questões e também relação da oscilação Antártica com o frio de julho de 2021 estão neste novo episódio do podcast O Clima entre Nós, em que Josélia Pegorim conversa com Filipe Pungirum, da equipe e previsão climática da Climatempo.

Você encontra outros episódios do podcast O Clima entre Nós no site da Climatempo, nas principais plataformas de áudio e no Youtube, sempre com temas que relacionam a Meteorologia com as mais variadas atividades humana e a vida no planeta.

Boa escuta!

https://youtu.be/KI1k4y47H7A

 

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Dezembro 201,35 - 6,75
Março 204,05 - 6,65
Maio 204,80 - 6,45
Contrato Cotação Variação
Janeiro 2.197 - 73
Março 2.134 - 52
Maio 2.103 - 47
Contrato Cotação Variação
Dezembro 239,50 - 9,05
Março 246,50 - 8,50
Maio 250,90 - 4,00
Contrato Cotação Variação
Dólar 5,5780 + 0,07
Euro 6,4660 + 0,03
Ptax 5,5661 - 0,25
  • Varginha
    Descrição Valor
    Duro/riado R$ 1230,00
    Safra 20/21 15% R$ 1300,00
    Novíssimo 25% R$ 1280,00
    Rio com 30% R$ 1140,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Novíssimo 10% R$ 1320,00
    Novíssimo 15% R$ 1300,00
    Rio com 25% R$ 1140,00
    Peneira 17/18 R$ 1360,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Safra 20/21 10% R$ 1320,00
    Safra 20/21 15% R$ 1300,00
    Novíssimo 20% R$ 1280,00
    Cereja R$ 1380,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Novíssimo 10% R$ 1320,00
    Safra 20/21 20% R$ 1290,00
    Riado/rio 25% R$ 1180,00
    Cereja R$ 1380,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 1280,00
    Novissímo 25% R$ 1270,00
    Duro/riado R$ 1220,00
    Escolha 96% R$ 850,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 1300,00
    Novíssimo 25% R$ 1280,00
    Rio com 25% R$ 1140,00
    Duro/riado R$ 1250,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 1379,00
    Colombianos R$ 1959,00
    Outros Suaves R$ 1817,00
    Brasileiros R$ 1516,00
    Robustos R$ 812,00
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Cepea Arábica R$ 1270,07
    Cepea Conilon R$ 772,37
    Agnocafé 20/21 R$ 1300,00
  • Linhares
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 780,00
    Conilon T. 7 R$ 772,00
    Conilon T. 7/8 R$ 765,00