AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Os vencedores do 18º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais


O cafeicultor Diogo Ferreira Amorim, do município de Espera Feliz, na região cafeeira conhecida como Matas de Minas, é campeão estadual do 18° Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. O anúncio foi feito durante a solenidade on-line de encerramento, realizada nesta sexta-feira (10/12), no canal da Emater no Youtube. 

Na cerimônia, também foram conhecidos os primeiros colocados de cada região produtora de café (Sul de Minas, Matas de Minas, Cerrado e Chapada de Minas), nas duas categorias do concurso: Café Natural e Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado. “Esse concurso traz um grande ânimo para a gente. É muito bonito ver o esforço do produtor de buscar a cada ano fazer um café de mais qualidade. E quando o produtor consegue se destacar, ter uma maior pontuação, ele muda de patamar, agregando mais valor a produção”, disse a secretaria de Estado de Agricultura, Ana Maria Valentini, durante a premiação.

Já o governador Romeu Zema enviou um vídeo parabenizando não só os vencedores da premiação, como também os extensionistas da Emater-MG. “Todos os classificados tiveram ótimas notas e estão de parabéns. Mas todos os cafeicultores mineiros são merecedores de aplauso pelos cafés diferenciados e internacionalmente reconhecidos. Deixo ainda meus parabéns aos extensionistas da Emater-MG, que não medem esforços para promover o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida dos produtores”, salientou Zema.

Ganhadores

Diogo Amorim atingiu a maior nota do concurso. O café produzido por ele obteve 92,50 pontos (de um total de 100), na metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA). Ele foi o primeiro colocado na região Matas de Minas, na categoria Café Natural. “Essa vitória é uma experiência muito boa e espero que seja a primeira de muitas conquistas”, disse timidamente o grande campeão.

Ainda na região das Matas de Minas, o produtor Ademir Abreu Lacerda, também de Espera Feliz, foi o primeiro colocado na categoria Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado. A produtora Patrícia Roza Emerick ficou com o prêmio “Mulher Destaque” por ser a cafeicultora a atingir a melhor pontuação (90,125 pontos) entre as mulheres participantes. Ela produz café no município do Alto Jequitibá.

A liderança da região Cerrado Mineiro ficou com Edu Leandro Melo, de Pratinha, na categoria Café Natural, e Ricardo Souza Guimarães, da Serra do Salitre, na categoria Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado. No Sul de Minas, quem figurou nos primeiros lugares foram Pedro Ferreira Rezende Brás, de Vargem Bonita, na categoria Natural, e Flávio Roberto Carvalho Ferraz, de Dom Viçoso, na categoria Cereja Descascado. Já a região da Chapada de Minas teve como campeões a Ecoagricola Café Ltda, de Francisco Dumont, na categoria Natural, e Rodrigo Montesanto Pereira Leite, de Minas Novas, na categoria Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado.

Concurso

Neste ano, o Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais recebeu a inscrição de 1.557 amostras, a maior parte pertencentes a agricultores familiares. Os cafés foram avaliados por especialistas em cafés especiais, de acordo com a metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA). Todos os finalistas receberam nota acima de 84 pontos. “Existe o jargão que o importante é competir, mas no caso desse concurso essa afirmação cabe mais ainda. Todos os que participam tem retorno de um especialista, um feedback técnico que vai ser um parâmetro para que o produtor possa melhorar a qualidade do seu café e um dia também vencer”, afirmou o diretor-presidente da Emater-MG, Otávio Maia.

A rede de supermercados Verdemar irá adquirir os cafés com a melhor pontuação no concurso por valores acima das cotações do mercado. “A gente está criando uma cultura, ensinando as pessoas a beberem um café de qualidade e participar dessa iniciativa me dá um grande orgulho ”, explica o diretor comercial do Verdemar, Alexandre Poni.

“Esse trabalho que a Emater está fazendo de estimular o cafeicultor a desenvolver a qualidade vai se refletir em mais divisas para o estado e melhorar a vida do produtor”, acrescentou o diretor executivo do Sicoob Central Crediminas, Elcio Rocha Justino.

O Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é promovido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Emater-MG e Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe). A competição conta com patrocínio da Codemge, Sicoob, Verdemar e Conselho Nacional do Café (CNC).

Para conferir a lista com os vencedores

Vencedores do 18º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

GRANDE CAMPEÃO ESTADUAL - Diogo Ferreira Amorim (Espera Feliz)

MULHER DESTAQUE - Patricia Roza Emerick (Alto Jequitibá)

CATEGORIA NATURAL

CERRADO MINEIRO

1º lugar - Edu Leandro Melo (Pratinha)

2º lugar - José Adilson Candido Correa (Araxá)

3º lugar - Osmar Pereira Nunes Junior (Patrocinio)

CHAPADAS DE MINAS

1º lugar - Ecoagricola Café Ltda (Francisco Dumont)

MATAS DE MINAS

1º lugar - Diogo Ferreira Amorim (Espera Feliz)

2º lugar - Afonso Donizete Abreu de Lacerda (Espera Feliz)

3º lugar - Patrícia Roza Emerick (Alto Jequitibá)

SUL DE MINAS

1º lugar - Pedro Ferreira Rezende (Vargem Bonita)

2º lugar - Luciene Aparecida Santos Mota (Pedralva)

3º lugar - Letícia Moreira Teixeira Santos (Muzambinho)

CATEGORIA CEREJA DESCASCADO

CERRADO MINEIRO

1º lugar - Ricardo Souza Guimarães (Serra do Salitre)

2º lugar - Luciana Alves Leandro Melo Campos Altos

3º lugar - Haroldo Barcelos Veloso Carmo do Paranaíba

CHAPADAS DE MINAS

1º lugar - Rodrigo Montesanto Pereira Leite (Minas Novas)

2º lugar - Ildeu Geraldo Caldeira (Capelinha)

3º lugar - Fazenda Sequoia Minas Ltda. / Rodrigo Crimaudo Mendes (Angelândia)

MATAS DE MINAS

1º lugar - Ademir Abreu Lacerda (Espera Feliz)

2º lugar - Valdinei Rezende Leles (Araponga)

3º lugar - Ercilei Jose de Oliveira (Manhuaçu)

SUL DE MINAS

1º lugar - Flávio Roberto Carvalho Ferraz (Dom Viçoso)

2º lugar - Carmem Lucia Chaves de Brito (Três Pontas)

3º lugar - Joaquim Adolfo Pinto Noronha (Dom Viçoso)

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Julho 217,70 + 4,05
Setembro 218,00 + 4,05
Dezembro 217,90 + 4,10
Contrato Cotação Variação
Julho 2.089 + 46
Setembro 2.087 + 42
Novembro 2.074 + 40
Contrato Cotação Variação
Julho 264,60 0
Setembro 271,00 + 4,90
Dezembro 270,35 + 4,90
Contrato Cotação Variação
Dólar 4,8580 + 0,96
Euro 5,1800 + 0,29
Ptax 4,8334 + 0,44
  • Varginha
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 1320,00
    Safra 20/21 25% R$ 1300,00
    Novissímo 18 R$ 1210,00
    Duro/riado 30% R$ 1250,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Pen. 14/15/16 R$ 1340,00
    Safra 20/21 15% R$ 1320,00
    Novissímo 25 R$ 1200,00
    Duro/riado 25% R$ 1260,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Certificado R$ 1330,00
    Safra 20/21 15% R$ 1320,00
    Safra 20/21 25% R$ 1300,00
    Cereja R$ 1340,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Certificado R$ 1330,00
    Safra 20/21 15% R$ 1320,00
    Safra 20/21 25% R$ 1300,00
    Cereja R$ 1340,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Safra 20/21 20% R$ 1310,00
    Safra 20/21 30% R$ 1290,00
    Repasse bene. R$ 1120,00
    Escolha 80% R$ 1080,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 1320,00
    Safra 20/21 25% R$ 1300,00
    Duro/riado 30% R$ 1250,00
    Novissímo 18 R$ 1210,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 1204,00
    Colombianos R$ 1800,00
    Outros Suaves R$ 1637,00
    Brasileiros R$ 1342,00
    Robustos R$ 639,00
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Agnocafé 20/21 R$ 1320,00
    Cepea Arábica R$ 1218,65
    Cepea Conilon R$ 733,25
  • Linhares
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 780,00
    Conilon T. 7 R$ 773,00
    Conilon T. 7/8 R$ 765,00