AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Volume negociado hoje em NY equivale a safra brasileira de arábica deste ano


Por José Roberto Marques da Costa

Em pregão com forte volume de negócios, agitado, nevoso e volátil, os contratos futuros de café arábica em NY fecharam em forte queda de 4,5%, influenciado pelos vencimentos das opções na sexta-feira da próxima semana, ontem os calls foram os vencedores, hoje os puts reverteram o resultado e saíram vitoriosos.

O café arábica de setembro caiu 9,85 cents ( 4,5% ) a 209,45 cents de dólares por libra-peso, tento uma das maiores varições diárias dos últimos tempos, chegando a 13,40 cents, de 208,55 cents a 221,95 cents, ultrapassando a primeira resistência em 221,78 cents na primeira parte do pregão e rompendo os três suportes do dia, em 215,48 cents, 211,67 e 209,18 cents durante o dia fechando próximo da mínima do dia.

Com a entrada da semana de vencimento das opções e provável aumento da volatilidade, fica díficil fazer uma analise performance, graficamente como o fechamento foi negativo hoje, na segunda-feira setembro pode tentar romper o nível de 205,00 cents na mínima das últimas duas semanas abaixo do primeiro suporte mas deve encontra forte resistência dos comprados. O primeiro suporte está em 204,68 cents e segundo em 199,92 cents e a primeira resistência em 218,08 cents e segunda em 226,72 cnts

O estoques certificados de café na ICE caíram 4.571 sacas para 660.564 sacas, menor volume armazenado desde agosto de 1999. Os cafés do Brasil e Honduras representam 87% desse total. No mês agosto a queda acumulada chega 38.759 sacas, nos ultimos 30 dias a 162.786 sacas e em 12 meses a 1.501.122 sacas

Com a aproximação do vencimento das rolagens de posições que acontece na terceira semana de agosto, o número de contratos em aberto de dezembro ultrapassou em 427 lotes o de setembro nesta sexta-feira. Em dezembro tem 71.563 lotes e setembro. 71.137 lotes. 

Nestas últimas duas semanas o Agnocafé vem antecipando possível performance do café arábica em NY com o conilon em Londres ignorando completamente esta forte volatilidade. Os fundamentos tanto positivos como negativos foram colocados de lado, o foco principal da especulação está no vencimentos das opções no dia 12 de agosto, de um lado os puts que querem levar abaixo de 200,00 cents e se possível a 195,00 cents e do outro lado os calls tentanado levar acima de 220,00 cents.

Segundo Marcelo Fraga Moreira da Archer Consultoria, dependendo da posição dos fundos e especuladores, quem tiver mais força vai tentar “levar o mercado para o seu lado”. Então, no curto prazo poderemos ver os “vendidos” (os que estão comprados nas opções de venda “put”) tentar jogar o mercado para baixo para as suas opções “entrarem no dinheiro” e os “comprados” (os que estão comprados nas opções de compra “call”) tentar jogar o mercado para cima para as suas opções “entrarem no dinheiro”. Vai ser um “jogo” para os tubarões.

Na análise anteriores foi mencionado quanto mais se aproxima dos vencimento das opções, os volumes de negócios estão crescendo, no começo da semana foram 40 mil lotes, 45 mil na quarta-feira, 51 mil no ontem e hoje chegou a impressionante volume de 85.249 lotes, que representa  cerca de 24,6 milhões de sacas. Praticamente toda a produção de café arábica brasileiro nesta safra foram negociado em apenas um pregão. 

A colheita do arábica nas principias regiões de café do Brasil está chegando em média a 80% e o resultado bem abaixo do esperado até esta deixando os produtores apreensivos devido a baixa produtividade e queda no rendimento do café depois de beneficiado.

Pelas últimas informações obtidas pelo site Agnocafé está sendo comprovada que a safra de arábica deve ficar em torno de 25 milhões de sacas com produtividade média em 12 sacas por hectare, variando entre 10 sacas a 15 sacas dependendo da região produtora,

Devido a decepção com a pequena safra de café arábica pelo segundo ano consecutivo e a preocupação com a provável estiagem nos próximos meses, a grande parte dos cafeicultores estão prorrogando o pedido de fertilizantes e aquela que já fizeram estão prorrogando no máximo a entrega.

O mercado está ficando muito preocupado com a desinformações das cooperativas de arábica sobre o recebimento de café. Durante a colheita de café das safras anteriores, todas as cooperativas de café informavam semanalmente ao mercado os números de sacas de café recebidos em seus armazéns e sempre enaltecendo que os números estavam acima do esperado. 

Tentando evitar passar para o mercado o número de uma safra tão baixa e nunca imaginada por elas, nesta safra essa prática foi totalmente abandonadas pelas principais cooperativas de café arábica do Brasil, somente mencionado que a colheita está atrasada e é de boa qualidade. Contrariando essa tendência das cooprativa de conilon, a Cooabriel informou nesta semana ter recebido número recorde de recepção nesta safra de 1,8 milhão de sacas.

Os dados da CFTC divulgados hoje a tarde referente ao dia 02 de agosto, mostra queda de 7,8% nas posições líquidas compradas de fundos para 13.539 lotes cerca de 1.154 a menos, no mesmo nível do relatório de 15 dias atrás. Com posições abertas tiveram alta de 9.456 lotes, passando 250.731 para 260.196. Os grandes fundos possuíam 26.097 posições compradas e 12.558 posições vendidas, queda de 809 na posição compradas e alta de 345 na posição vendidas

A grande notícia que a Agnocafé vinculou veio da China com agência de correios estatal da China, China Post, abrindo sua primeira loja Post Coffee em Pequim após uma loja de teste no Xiamen International Trade Building em fevereiro de 2022.Dong Kexin, diretor de marketing da Post Coffee, foi citado na mídia local confirmando que outros pontos de venda serão lançados em Pequim em breve, com o China Post planejando expandir as operações em sua rede, que compreende 54.000 agências postais em toda a China. Tudo indica que será a maior rede de cafeteira do mundo nos próximos anos.

Os donos e executivos da illycaffè acompanham de perto os efeitos da crise sobre o consumo - e a visão que eles têm dos negócios não é pessimista, ao menos por enquanto. “Vivemos um momento histórico particular”, disse ao jornal Valor Econômico a CEO da companhia, Cristina Scocchia. “Mas as nossas receitas em hotéis, restaurantes e cafeterias cresceram dois dígitos [entre janeiro e junho], e reduzimos a diferença em relação aos níveis pré-pandêmicos”. O consumo de cafés da marca é de cerca de 8 milhões de xicrinhas por dia.

A executiva, que assumiu o cargo em janeiro, disse que apesar do contexto que reúne inflação elevada, mercados voláteis e tensões geopolíticas, os negócios tiveram bom desempenho no primeiro semestre. Isso inclui também os canais online, que abastecem os consumidores em casa.

Ajudado pelo e-commerce, o consumo nas residências passou a representar 60% das vendas globais da empresa após a pandemia, mas a ideia em 2022 é buscar um equilíbrio entre as vendas para residências e nos canais fora do lar. A receita total, considerados todos os canais de distribuição, cresceu 21% no primeiro semestre.

Segundo a CEO, as receitas do canal online aumentaram 11% em relação a 2021, lideradas por Estados Unidos e China. Nos EUA, o maior consumidor da bebida no mundo e um mercado prioritário na estratégia da empresa, a receita subiu 34% no acumulado de janeiro a junho, e na China, 16%.

No resultado de 2021, divulgado em maio, a receita cresceu 17,4% em comparação com o ano anterior, para € 500 milhões, impulsionada pelo setor “fora de casa”. O desempenho foi similar ao de 2019. No Brasil, o principal fornecedor de matéria-prima para a companhia, há expectativa de que o consumo continue crescendo num horizonte de cinco anos. Para ela, o brasileiro deve manter o café “no posto tradicional de bebida preferida”. “Notamos um interesse renovado dos jovens, conquistado por novas e interessantes preparações com variações de sabores”, conta.

Desejamos a todos um ótimo final de semana

 José Roberto Marques da Costa diretor do site Agnocafé que vai completar 21 anos no próximo mês.


Comentarios

Inserir Comentário
Data: 06/08/2022 10:43 Nome do Usuário: Roberto Rocchini
Comentário: Segunda feira mais 2.000 pra de baixa,segura peão,
Contrato Cotação Variação
Dezembro 216,60 + 0,30
Março 212,50 + 0,40
Maio 210,05 + 0,50
Contrato Cotação Variação
Novembro 2.230 + 2
Janeiro 2.202 + 4
Março 2.187 + 5
Contrato Cotação Variação
Dezembro 263,00 + 0,75
Março 259,90 0
Setembro 249,50 0
Contrato Cotação Variação
Dólar 5,1790 + 0,75
Euro 5,2720 + 0,86
Ptax 5,1340 0
  • Varginha
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 1380,00
    Safra 20/21 25% R$ 1360,00
    Novissímo 20% R$ 1370,00
    Duro/riado 25% R$ 1330,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Pen. 14/15/16 R$ 1400,00
    Safra 20/21 15% R$ 1380,00
    Novissímo 25% R$ 1360,00
    Cereja 15% R$ 1410,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Cereja 20% R$ 1400,00
    Safra 20/21 15% R$ 1380,00
    Safra 20/21 25% R$ 1360,00
    Novissímo 20% R$ 1370,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Cereja 15% R$ 1410,00
    Safra 20/21 15% R$ 1380,00
    Safra 20/21 25% R$ 1360,00
    Novissímo 35% R$ 1340,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Safra 20/21 20% R$ 1370,00
    Safra 20/21 30% R$ 1350,00
    Novíssimo 25% R$ 1360,00
    Escolha kg/apro R$ 19,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Safra 20/21 15% R$ 1380,00
    Safra 20/21 25% R$ 1360,00
    Novissímo 20% R$ 1370,00
    Cereja 20% R$ 1400,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 1343,00
    Colombianos R$ 1984,00
    Outros Suaves R$ 1799,00
    Brasileiros R$ 1464,00
    Robustos R$ 759,00
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Agnocafé 21/22 R$ 1380,00
    Cepea Arábica R$ 1278,49
    Cepea Conilon R$ 732,44
  • Linhares
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 750,00
    Conilon T. 7 R$ 743,00
    Conilon T. 7/8 R$ 735,00