AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Café de Garça será lançado em importante feira de alimentação da Europa


O lançamento do “Café com RG - Fazendas da Região do Garça” na Feira Bienal Alimentaria Barcelona, na Espanha, é um momento histórico para cafeicultura Garcense e de toda a região. A Alimentaria é uma das principais feiras da indústria de alimentação da Europa, realizada há 42 anos.

Devido a sua importância para o setor, ao sucesso de público e de expositores, a Feira se transformou em uma plataforma de informação e promoção do setor alimentício para toda a Europa.

A empresa responsável pelo lançamento do nosso café na Espanha  é a Coffee Center, localizada em Aiguaviva, na província de Girona, Catalunya, Espanha.  Ela já importa o Café com RG e no ano passado, o proprietário da empresa, Jordi Pou, acompanhado do provador espanhol, Salvador Corominas, estiveram em Garça, a convite do produtor Paulo Granchelli, para conhecer as propriedades e a produção dos cafeicultores da Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Região de Garça - Garça Specialty Coffee Association (GSCA).
 
Segundo Salvador Corominas,  responsável pela seleção das origens e escolha de matéria prima para a Coffee Center, é preciso que o café transmita sensações e tenha identidade para o consumidor. “ O café que encontramos em Garça é completo, sobretudo o gosto final que deixa na boca, que faz com que o consumidor se lembre do sabor. Dentro de Garça existem diferentes nuances, mas o gosto é doce e largo”.
 
É neste importante cenário que Garça receberá notoriedade internacional como região produtora de café completo e de excelente qualidade. Até então, a produção local é usada somente para compor a maioria dos blends dos cafés consumidos no mundo, porém, o café da região é completo e pode enfrentar, com vantagem, a concorrência, impondo-se cada vez mais nos mercados internacionais. 

MISSÃO INTERNACIONAL

A comitiva que participará dessa importante missão internacional de valorização da cafeicultura regional é formada por 14 integrantes. Entre eles, o prefeito de Garça, João Carlos dos Santos; o secretário municipal de Turismo e de Comunicação, Fábio Bonassa; o chefe da Casa de Agricultura de Garça, Wanderlei Tavares e produtores Associação de Produtores da Região de Garça - Garça Specialty Coffee Association (GSCA).

O prefeito João Carlos ressaltou o compromisso do seu Plano de Governo em dar atenção e destacar a potencialidade da cafeicultura garcense. “É importante resgatar o nosso espaço na cafeicultura nacional e agora também, com a perspectiva da abertura de mercado internacional para os nossos cafés especiais e não somente em comódites. O café que nós temos é o Arábica 100% duro e que pode ser apreciado de forma individual, separado. Nós não temos a necessidade de vender o nosso café para compor blendes com outros tipos de café”.

João Carlos disse ainda. “ O que nós queremos com essa viagem é criar a oportunidade de novos mercados para esses produtores . É uma oportunidade dos nossos produtores de café Arábica, bebendo duro, exportar o grão in natura, com valor agregado maior  e aproveitar de um mercado que até então Garça ainda não tinha tido a oportunidade de participar” .

O chefe da Casa de Agricultura de Garça, Wanderlei Tavares, foi convidado para falar sobre a qualidade do café da região durante o lançamento oficial do “Café com RG - Fazendas da Região do Garza”. Para a reportagem, Wanderlei falou sobre a importância dessa viagem. “ Vamos expor a qualidade do nosso café na Europa, um mercado consumidor de cafés com as características do café produzido em nossa região. Tenho certeza que será importante economicamente. A presença do prefeito de Garça é muito importante para esse evento, pois ele será recebido por outros prefeitos de cidades da Espanha e estaremos iniciando um importante relacionamento comercial.”

Durante a visita a Barcelona, a comitiva ainda irá visitar torrefações de café e a empresa Coffee Center. Na agenda ainda haverá uma solenidade com o prefeito de Girona. João Carlos e a comitiva regional também serão recebidos pelo presidente da Câmara de Comércio Brasil/ Catalúnya, Javier Mirallas, com o objetivo de fomentar as relações comerciais internacionais entre a região de Garça e a Espanha.

Vale ressaltar que a Prefeitura de Garça não está custeando a viagem do prefeito, do secretário municipal, assim como, de nenhum dos integrantes dessa comitiva regional. 

A importância do café para Garça

O café está presente na história de Garça desde sua fundação até os dias atuais. Os primeiros registros do início da produção cafeeira na região são datados de 1926.

A produção é 100% arábica e entre as suas variedades, estão o Icatu Amarelo, Ouro Verde (amarelo), Obatã  (vermelho), Mundo Novo (vermelho), entre outras das principais e mais produtivas variedades existentes, conferindo á bebida, as características : cítrico-caramelo, com corpo presente e equilibrado e acidez suave, traduzindo uma uniformidade é um aftertaste (sabor residual) mais longo.

Os cafezais estão por toda a área rural do município, em pequenas, médias e grandes propriedades. Até mesmo na agricultura familiar a predominância é pela produção de café. São propriedades com 14 ha em média que representam mais de 50% das unidades produtoras locais.

O café, sem dúvida, é o principal produto agrícola do município. Das 840 propriedades agrícolas, 455 cultivam o fruto. São 9.547 ha de terras produtoras e mais 2.500 ha de novas lavouras  

A tecnologia aplicada na lavoura está presente também nessas pequenas propriedades, não somente para garantir a produtividade, mas também para dar mais qualidade ao produto. Algumas propriedades selecionam os grãos e produzem cafés especiais.
Está aumentando o número de produtores que plantam, colhem, secam, moem e embalam o seu próprio café, que sai da propriedade pronto para chegar à casa do consumidor, com aroma de qualidade e toda uma bagagem histórica que acompanha a cidade de Garça e agrega valor ao principal produto agrícola do município.

As condições climáticas e a localização do município colaboram para a qualidade da produção. Garça fica no ponto mais alto do planalto ocidental do estado de São Paulo, com altitude média de 663,2 metros, o que torna o clima de Garça agradável e propício para a produção de café.

Café em números

Área total de plantio de café em Garça: 12.000 ha
Área com café em produção em Garça: 9.547 ha
Propriedades produtoras de café em Garça: 455 propriedades
Previsão de safra para Garça em  2018: 300 mil sacas
Previsão de safra para região em 2018: 1 milhão sacas

Garça Specialty Coffee Association (GSCA)

A grande maioria dos produtores de Garça já entendeu a importância da união de esforços em prol da qualidade e da produtividade do café. Segundo levantamento realizado em 2017 pela CATI – Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, o município de Garça possui 314 propriedades que integram cooperativas; 162 fazem parte de associações e 248 são sindicalizadas.

A Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Região de Garça - Garça Specialty Coffee Association (GSCA) é uma entidade sem fins lucrativos, formada exclusivamente por produtores de café, a maioria de pequeno e médio portes. Há quase 12 anos o grupo desenvolve ações objetivando o fortalecimento da cafeicultura na região, a melhoria contínua da qualidade do café e o reconhecimento nacional e internacional do produto local.

Com o apoio político da Prefeitura e a orientação técnica do Sebrae, a associação está conquistando o Registro de Indicação Geográfica (IG) do café da região da Alta Paulista do Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI.
O Registro de Indicação Geográfica é necessário para o reconhecimento da procedência do café e um fator determinante para a valorização e a abertura de novos mercados nacionais e internacionais, pois o IG remete a rastreabilidade, a segurança alimentar e as práticas de produção socioambientais corretas.

Para a Prefeitura, apoiar a Garça Specialty Coffee Association é também valorizar toda a cadeia produtiva do café, respeitando e reconhecendo a sua história, incentivando as ações voltadas para o mercado interno e externo, para o consumo, o conhecimento e as inovações no setor, por meio de ações planejadas e com força política.

Fonte: Jornal semanal MAIS

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Setembro 110,65 + 1,85
Dezembro 114,05 + 1,80
Março 117,70 + 1,80
Contrato Cotação Variação
Setembro 1.683 + 11
Novembro 1.673 + 10
Janeiro 1.675 + 10
Contrato Cotação Variação
Setembro 131,00 + 2,75
Dezembro 132,90 + 2,40
Março 137,95 + 2,40
Contrato Cotação Variação
Dólar 3,7739 - 1,84
Euro 4,4247 - 0,79
Ptax 3,7793 - 2,71
  • Varginha
    Descrição Valor
    Safra 17/18 15% R$ 448,00
    Novíssimo 15% R$ 452,00
    Movíssimo 30% R$ 437,00
    Peneira 14/16 R$ 480,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Safra 17/18 15% R$ 448,00
    Futuro julho/19 R$ 530,00
    Novíssimo 15% R$ 452,00
    Novíssimo 25% R$ 442,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Safra 17/18 15% R$ 448,00
    Futuro 2019 R$ 530,00
    Novíssimo 15% R$ 452,00
    Novíssimo 25% R$ 442,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 530,00
    Futuro 2020 R$ 550,00
    Novíssimo 15% R$ 452,00
    Novíssimo 25% R$ 442,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Safra 17/18 15% R$ 435,00
    Futuro 2019 R$ 520,00
    Novíssimo 20% R$ 440,00
    Novíssimo 25% R$ 435,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 334,00
    Conilon T. 7 R$ 328,00
    Conilon T. 7/8 R$ 323,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 530,00
    Novíssimo 15% R$ 450,00
    Novíssimo 20% R$ 445,00
    Novíssimo 30% R$ 435,00
Nedstat Basic - Free web site statistics