AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Água quente tem potencial diferenciado na obtenção de um bom café


A qualidade dos grãos, o frescor, a moagem específica para cada tipo de método e a água usada são características que, se corretas, qualificam o café que o brasileiro tanto ama. O que muitos não sabem é que detalhes como passar água quente nos utensílios são importantes e fazem a diferença no resultado final. Muito utilizada pelos baristas nas mais diversas cafeterias Brasil afora, essa prática ainda não é tão conhecida pelos apreciadores de café. Escaldar o filtro, o método, o recipiente e a xícara é um ato simples e rápido que pode ressaltar o verdadeiro sabor do café e preservar sua temperatura por mais tempo.

Conversamos com Camila Franco, atual campeã nacional de Brewers Cup e barista da Lucca Cafés Especiais (Curitiba-PR), e com Hugo Silva, da cafeteria IL Barista (São Paulo-SP), campeão da Copa Barista 2017, e selecionamos três utensílios escaldados pelos profissionais dentro do balcão. Você também pode fazer isso em casa para garantir um bom café, do começo ao fim.

Camila explica que molhar o filtro é uma prática necessária: “É fundamental que seja jogada uma água quente para lavá-lo, principalmente se ele for o de papel. Quando você escalda o filtro, seja ele de papel, seja de metal, qualquer sabor residual que possa ser passado para o café é eliminado, como o gosto do próprio material ou de alguma bebida preparada antes”. Acredite, por menor que seja a impureza, ela pode mudar totalmente o sabor do café que você está preparando.

Uma dica: após o procedimento, não utilize a mesma água para fazer a bebida, senão todo o processo terá sido em vão. Para que não haja desperdício, você pode usá-la em outras situações, como para regar as plantas.

A extração é a principal etapa na preparação do café. É justamente nesse momento, em que o café está passando, que se observa um ponto importante que precisa de atenção.

Desde o contato com o pó até o café finalizado, a água costuma perder temperatura, o que pode prejudicar o resultado final. Para que isso não aconteça, escalde desde o filtro até o recipiente onde cairá a bebida já pronta, seja uma jarrinha, seja uma garrafa térmica.

“Quando falamos de métodos de preparo de café, é interessante que todos os utensílios sejam escaldados antes. Por exemplo, se formos usar uma kalita de porcelana e um filtro de papel, aconselha-se molhar os dois juntos, além do recipiente que vai receber a infusão”, explica Hugo.

Segundo o campeão, isso não serve apenas para coados: “Muitas pessoas escaldam a french press e a deixam um tempo com a água quente dentro. Assim, a extração já ocorre sob uma temperatura mais elevada. Da mesma forma se pode fazer na aeropress, o que também serve para limpar e tirar resíduos de bebidas anteriores”.

Para manter o café com o mesmo quentinho da infusão pode-se esquentar a xícara também. Essa prática fará o líquido esfriar mais devagar.

Segundo Hugo, escaldar a xícara é uma questão de gosto: “Algumas pessoas não gostam, enquanto outras fazem questão, pois isso eleva a temperatura do copo e deixa a bebida quente por mais tempo”.

Mas, cuidado! Atente para a temperatura usada a fim de não aquecer demais e queimar os lábios. Para escaldar, Hugo aconselha que seja usada a mesma temperatura da água do preparo do café. Lembre-se: tomar café é um hábito prazeroso, e fazê-lo é quase um ritual.

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Dezembro 99,75 + 3,05
Março 103,05 + 3,00
Maio 105,40 + 2,95
Contrato Cotação Variação
Novembro 1.508 + 21
Janeir 1.509 + 17
Março 1.526 + 16
Contrato Cotação Variação
Dezembro 115,45 + 4,05
Março 117,80 + 4,05
Setembro 125,50 + 3,90
Contrato Cotação Variação
Dólar 4,0717 - 1,27
Euro 4,8014 - 0,49
Ptax 4,0847 - 0,85
  • Varginha
    Descrição Valor
    Safra 17/18 15% R$ 420,00
    Novíssimo 15% R$ 425,00
    Duro/riado/rio R$ 405,00
    Cereja R$ 480,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 425,00
    Novíssimo 20% R$ 420,00
    Grinder R$ 412,00
    Moka R$ 438,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 460,00
    Cereja R$ 480,00
    Novíssimo 15% R$ 425,00
    Novíssimo 25% R$ 415,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 460,00
    Novíssimo 15% R$ 425,00
    Novíssimo 25% R$ 415,00
    Tipo 5 R$ 418,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 415,00
    Novíssimo 20% R$ 410,00
    Novíssimo 30% R$ 400,00
    Futuro 2019 R$ 450,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 323,00
    Conilon T. 7 R$ 318,00
    Conilon T. 7/8 R$ 312,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 460,00
    Novíssimo 15% R$ 423,00
    Novíssimo 20% R$ 418,00
    Duro/riado R$ 414,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 524,01
    Colombianos R$ 668,13
    Outros Suaves R$ 646,78
    Brasileiros R$ 528,11
    Robustos R$ 414,17
Nedstat Basic - Free web site statistics