AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Sindicato dos Produtores Rurais de Itabela lança a 12ª Festa do Café


O café é uma bebida que está presente em muitos momentos do nosso dia, desde a primeira refeição até uma reunião de negócios. O grão de origem africana é produzido em diversas regiões e coloca o Brasil como um dos principais exportadores do mundo.

 É nesse cenário que o cultivo do café Conilon no município de Itabela, desponta como destaque, apoiando o estado a ser reconhecido como 2º maior produtor de café do Brasil.  Resultado de estudos, investimento em tecnologia para o cultivo, cuidado com a qualidade e muito trabalho de famílias inteiras que tem no café sua principal fonte de renda.

 Mantendo a tradição e o plano de valorização da cultura do café na região, o Sindicato dos Produtores Rurais realiza neste ano a 12ª Festa do Café em Itabela, de 24 a 26 de agosto, no espaço de eventos do Rotary Clube. A coletiva de lançamento acontece nesta sexta-feira, 29, a partir das 9 da manhã, na sede do Sindicado.

 De acordo com o Sindicato dos Produtores Rurais de Itabela são aproximadamente 7 mil hectares de plantação, contemplando o café e outras culturas como a banana, coco, maracujá, a pimenta-do-reino e o mamão.  Apesar do cenário de crise, o consumo de café representou uma alta de 3,6% ano passado, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic). Também em 2017 foram colhidas mais de 80 mil toneladas de café Conilon na Bahia, e o município de Itabela teve grande partição na geração desses números.

 Na coletiva, organizadores e apoiadores do evento irão apresentar a grade de programação que, como em todos os anos, se torna um destino certo para pesquisadores, produtores e apaixonados pelo café, em um encontro para trocar experiências sobre as dinâmicas de cultivo ou a compra e venda.

 Nesta edição, entre os palestrantes, está o bacharel em Física pela USP e PhD em Meteorologia pela Universidade de Wisconsin (EUA), Luiz Carlos Baldicero Molion, apresentando as tendências climáticas no Brasil e como o produtor deve ficar atento aos movimentos do clima.

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Maio 101,65 + 0,20
Julho 104,30 + 0,25
Setembro 107,00 + 0,25
Contrato Cotação Variação
Maio 1.555 + 18
Julho 1.565 + 15
Setembro 1.581 + 13
Contrato Cotação Variação
Março 116,10 + 1,25
Maio 120,00 + 0,75
Setembro 127,00 + 0,90
Contrato Cotação Variação
Dólar 3,7037 - 0,97
Euro 4,1859 - 0,51
Ptax 3,7155 - 1,59
  • Varginha
    Descrição Valor
    Peneira 14/16 R$ 430,00
    Novíssimo 15% R$ 415,00
    Rio 20% R$ 350,00
    Grinder R$ 410,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Peneira 17/18 R$ 480,00
    Duro/riado R$ 395,00
    Novíssimo 15% R$ 415,00
    Novíssimo 20% R$ 410,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Duro/riado R$ 395,00
    Novíssimo 17% R$ 413,00
    Novíssimo 25% R$ 405,00
    Safra 17/18 20% R$ 394,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 420,00
    Futuro 2020 R$ 465,00
    Novíssimo 16% R$ 414,00
    Novíssimo 22% R$ 408,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Duro/riado/rio R$ 364,00
    Futuro 2019 R$ 420,00
    Novíssimo 20% R$ 405,00
    Novíssimo 15% R$ 410,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 307,00
    Conilon T. 7 R$ 300,00
    Conilon T. 7/8 R$ 294,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 412,00
    Novíssimo 20% R$ 407,00
    Futuro 2020 R$ 465,00
    Duro/riado R$ 390,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 99,16
    Colombianos R$ 126,62
    Outros Suaves R$ 127,72
    Brasileiros R$ 98,49
    Robustos R$ 78,06
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Agnocafé R$ 415,00
    Cepe Arábica R$ 405,12
    Cepea Conilon R$ 304,78
Nedstat Basic - Free web site statistics