AgnoCafe - O Site do Cafeicultor
Assunto: Categoria de noticia: Data:
Imprimir notícia

Estudo mostra que o café pode aumentar a longevidade


Vá em frente e tome aquela xícara de café, talvez até mais alguns. Novas pesquisas mostram que isso pode aumentar as chances de uma vida mais longa, mesmo para aqueles que bebem pelo menos oito xícaras por dia.

Em um estudo com quase meio milhão de adultos britânicos, os bebedores de café tiveram um risco ligeiramente menor de morte em 10 anos do que os abstêmios.

O aparente aumento da longevidade foi observado com resultados instantâneos, moídos e descafeinados, que ecoam a pesquisa norte-americana. É o primeiro grande estudo a sugerir um benefício mesmo em pessoas com falhas genéticas que afetam como seus corpos usam cafeína. No geral, os bebedores de café tinham cerca de 10% a 15% menos chances de morrer do que os abstêmios durante uma década de acompanhamento. Diferenças por quantidade de café consumida e variações genéticas foram mínimas.

Os resultados não provam que o seu bule de café é uma fonte da juventude nem são motivo para os abstêmios começarem a beber café, disse Alice Lichtenstein, especialista em nutrição da Universidade Tufts que não esteve envolvida na pesquisa. Mas ela disse que os resultados reforçam pesquisas anteriores e acrescentam segurança adicional aos bebedores de café. "É difícil acreditar que algo de que gostamos tanto pode ser bom para nós. Ou pelo menos não ser ruim", disse Lichtenstein.

O estudo foi publicado segunda-feira no periódico JAMA Internal Medicine.

Não está claro exatamente como o consumo de café pode afetar a longevidade. O principal autor Erikka Loftfield, pesquisador do Instituto Nacional do Câncer dos EUA, disse que o café contém mais de 1.000 compostos químicos, incluindo antioxidantes, que ajudam a proteger as células de danos.

Outros estudos sugeriram que as substâncias no café podem reduzir a inflamação e melhorar a forma como o corpo usa a insulina, o que pode reduzir as chances de desenvolver diabetes. Loftfield disse que os esforços para explicar o potencial benefício da longevidade estão continuando.

Adam Taylor, buscando dois cafés gelados para amigos na segunda-feira no centro de Chicago, disse que os resultados do estudo fazem sentido. "O café faz você feliz, dá a você algo pela frente", disse Taylor, engenheiro de som de Las Vegas. "Eu tento ter apenas uma xícara por dia", disse Taylor. "Caso contrário, fico um pouco hiper."

Para o estudo, os pesquisadores convidaram 9 milhões de adultos britânicos para participar; 498.134 mulheres e homens de 40 a 69 anos concordaram. A baixa taxa de participação significa que os envolvidos podem ter sido mais saudáveis ​​do que a população geral do Reino Unido, disseram os pesquisadores.

Os participantes preencheram questionários sobre o consumo diário de café, exercícios e outros hábitos, e receberam exames físicos, incluindo exames de sangue. A maioria era bebedora de café; 154.000 ou quase um terço bebeu duas a três xícaras por dia e 10.000 bebeu pelo menos oito xícaras por dia. Durante a próxima década, 14.225 participantes morreram, principalmente de câncer ou doenças cardíacas.

A cafeína pode causar aumentos de pressão a curto prazo, e alguns estudos menores sugerem que ela pode estar ligada à pressão alta, especialmente em pessoas com uma variação genética que faz com que elas metabolizem a cafeína lentamente. Mas os bebedores de café no estudo do Reino Unido não tinham maiores riscos do que os não bebedores de morrer de doenças cardíacas e outras causas relacionadas à pressão arterial. E quando todas as causas de morte foram combinadas, mesmo os metabolizadores lentos de cafeína tiveram um aumento de longevidade.

Como em estudos anteriores, bebedores de café eram mais propensos do que abstêmios de beber álcool e fumar, mas os pesquisadores levaram esses fatores em consideração, e beber café pareceu anulá-los. A pesquisa não incluiu se os participantes tomavam café preto ou com creme e açúcar. Mas Lichtenstein disse que carregar café com gordura extra e calorias não é saudável.

Comentarios

Inserir Comentário
Contrato Cotação Variação
Dezembro 112,60 + 2,55
Março 116,30 + 2,50
Maio 119,10 + 2,50
Contrato Cotação Variação
Janeiro 1.646 - 21
Março 1.658 - 20
Maio 1.672 - 20
Contrato Cotação Variação
Dezembro 131,30 + 0,10
Março 137,30 + 0,70
Setembro 144,10 + 0,00
Contrato Cotação Variação
Dólar 3,7400 - 1,12
Euro 4,2668 - 0,61
Ptax 3,7525 - 1,05
  • Varginha
    Descrição Valor
    Futuro 2020 R$ 540,00
    Peneira 14/16 R$ 475,00
    Novíssimo 15% R$ 450,00
    Duro/riado R$ 434,00
  • Três Pontas
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 450,00
    Novíssimo 20% R$ 445,00
    Duro/riado/rio R$ 420,00
    Moka R$ 455,00
  • Franca
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 490,00
    Futuro 2020 R$ 540,00
    Novíssimo 15% R$ 450,00
    Novíssimo 25% R$ 440,00
  • Patrocínio
    Descrição Valor
    Novíssimo 15% R$ 450,00
    Novíssimo 25% R$ 440,00
    Futuro 2019 R$ 490,00
    Futuro 2020 R$ 540,00
  • Garça
    Descrição Valor
    Novíssimo 20% R$ 435,00
    Futuro 2019 R$ 490,00
    Novíssimo 30% R$ 420,00
    Novíssimo 15% R$ 440,00
  • Vitória
    Descrição Valor
    Conilon T. 6 R$ 335,00
    Conilon T. 7 R$ 330,00
    Conilon T. 7/8 R$ 324,00
  • Guaxupé
    Descrição Valor
    Futuro 2019 R$ 490,00
    Novíssimo 15% R$ 448,00
    Novíssimo 20% R$ 443,00
    Duro/riado R$ 430,00
  • Preços OIC
    Descrição Valor
    Compostos OIC R$ 108,42
    Colombianos R$ 137,12
    Outros Suaves R$ 134,75
    Brasileiros R$ 111,20
    Robustos R$ 83,83
  • Indicadores
    Descrição Valor
    Cepe Arábica R$ 441,19
    Cepea Conilon R$ 334,33
    Agnocafé R$ 450,00
Nedstat Basic - Free web site statistics